Papel Principal

" Amar é ter um pássaro pousado no dedo.

Quem tem um pássaro pousado no dedo sabe que, a qualquer momento ele pode voar."

Rubem Alves

Nenhum de nós é tão bom quanto todos de nós juntos

Nenhum de nós é tão bom quanto todos de nós juntos

quinta-feira, 10 de junho de 2010

Semana de 31 de Maio a 4 de Junho

Começamos a semana da melhor maneira, a Maria que tinha ido passar o fim-de-semana a Régua, trouxe-nos umas deliciosas cerejas.
O Rodrigo e a sua mãe fizeram, um bolo de chocolate delicioso, para cantar os parabéns à Graça, a animadora Cláudia e os meninos pintaram um lindo quadro para lhe oferecer.






Com a proximidade do dia mundial da criança fizemos dois grandes debates:
Direitos e Deveres
Foi uma experiência emocionante ver e ouvir o que estas crianças pequenas em tamanho, mas grande na capacidade de pensar, reflectir e mobilizar conhecimentos.
Aqui fica o registo das concepções das crianças sobre os seus deveres; é lindo!
“As crianças têm o dever de se portar bem, mas às vezes podem portar-se um bocadinho mal porque ainda são pequenas.”
“As crianças têm o dever de aprender a mandar no seu corpinho, porque estão a crescer”
“ As crianças têm o dever de ajudar os pais, porque eles também às vezes estão cansados”
“As crianças têm o dever de ser amigas e respeitar os outros, porque às vezes não gostamos de algumas coisas, mas temos que respeitar, porque também somos diferentes”
“ As crianças têm o dever de proteger o planeta é como nós dissemos quando trabalhamos o projecto do planeta, temos que ser os guardiões do planeta, para ele ficar feliz.”
“As crianças têm o dever de não estragar comida, porque também vimos que há muitos meninos que não têm comida.”
“As crianças têm o dever de deixar a mãe trabalhar, porque ela tem que ir sossegada para ganhar dinheiro.”
“As crianças têm o dever de ajudar os outros, porque assim vivemos mais felizes no planeta porque vivemos em paz.”
“As Crianças têm o dever de saber esperar, porque não podemos querer tudo logo a seguir às vezes temos que esperar.”
“As crianças têm o dever de não aborrecer os pais, porque as vezes, eles estão chateados, ou então estão cansados e nós não devemos chateá-los.”

Aqui fica o registo gráfico feito em pequenos grupos, cada grupo escolheu um dever para representar.
















No dia Mundial da Criança as nossas estagiárias fizeram anos e nos quisemos prepara-lhe uma linda surpresa.



Comemoramos em cheio o dia Mundial da Criança, com todas as crianças dos três Jardins do nosso Agrupamento do Atlântico, no monte de S. Mamede Areosa















Resolução de problemas:
Na sexta-feira a Educadora sugeriu ao grupo uma actividade de matemática.
Começou por fornecer algumas palavras, que foram escritas no computador por algumas crianças do grupo e posteriormente apresentada ao grande grupo para adivinhar.
As palavras, Sol, Sal e água forneceram imensas ideias as crianças do grupo: umas falaram de evaporação, outras de jardins com flores …, mas a pista era mesmo praia e este foi o mote para uma breve história de uma ida à praia um pouco imprudente e que resultou num valente escaldão com recurso a uma ida ao médico.
A Prescrição médica era:
Durante cinco dias aplicar uma bisnaga de creme hidratante por dia, e tomar dois comprimidos um de manhã e outro à noite.
A jovem dirigiu-se à Farmácia para comprar os remédios, mas surgiu um problema porque o senhor da farmácia precisava de saber quantos comprimidos e bisnagas ela precisava para fazer o tratamento nos 5 dias.
Bom, foi ai que resolvemos ajudar.
Aqui fica a forma como algumas crianças do grupo chegaram ao resultado, que foi apresentado ao grande grupo.
Dado o nível de desenvolvimento das crianças do grupo a educadora optou por não recorrer à manipulação de materiais, uma vez que o que se pretendia era que a criança utiliza-se o registo para representar a forma como chegou ao resultado.
Foi surpreendente: